Expectativa x Realidade

[English below]

E são tantas… realidades, mais do que expectativas. Nesse post vou mergulhar um pouco mais em algumas questões que têm se repetido para mim. Pegue um bom chá ou café e venha pensar comigo. Recentemente ouvi as seguintes afirmações:

“O que aprendemos com a religião e a escola não se aplica na vida. Ter uma conduta correta e ser uma pessoa boa não assegura sucesso na vida.”

“Eu achava que bastava ter pensamentos e atitudes positivas para conquistar meus objetivos. Eu pensei que estivesse fazendo tudo certo, até perceber que tudo não passou de uma ilusão. Tenho a sensação de que estava enganada, iludida. Será que fiz tudo errado? Já não sei mais o que é verdade ou realidade.”

“Durante minha vida toda sempre acreditei que uma dieta equilibrada asseguraria minha saúde física, até descobrir que mesmo a ingestão do mais inofensivo dos alimentos poderia prejudicar o meu corpo. A consciência trouxe essa realização. Não sei se gosto dessa nova consciência.”

“No trabalho sempre fui muito profissional e aberto para receber críticas, até descobrir que criticavam a minha conduta sem nunca terem me comunicado os meus erros. Até o dia em que tudo veio à tona e quebrou uma relação de confiança estimada por mim. Não entendi o que aconteceu, e gostaria que pudesse ter sido diferente.”

Vou confessar que cheguei num ponto da vida em que não tenho mais ilusões. Aprendi nos últimos tempos que independemente das nossas intenções e ações só irá acontecer o que estiver predestinado para o nosso aprendizado e evolução. É claro que temos a nossa fração de responsabilidade perante os resultados, mas ela é mínima se equiparada a tudo que rege a vida – esse emaranhado de causas e condições, ações e efeitos.

O que nos compete fazer é persistir numa ação já percebida como correta e válida, mas fazer só o que sabemos não basta para alcançarmos resultados melhores/diferentes. As vezes é preciso errar e errar feio para que se possa olhar a mesma situação por um novo ângulo e então trilhar um novo caminho, sem as mesmas respostas, mapas e amarras do passado. Tenho aprendido que a vida não é sobre fórmulas, confortos ou certezas, tudo muda com a rapidez de uma sinapse; um novo mundo se abre a partir de um novo aprendizado.

O desafio é não pirar, não esmorecer no caminho, não achar que está fazendo errado, mas aprender, crescer, evoluir e fazer diferente sem olhar pra trás. Ahhh a rede social que nos joga o passado na cara, que diz que você já foi mais feliz, mais magro, mais bonito, mais requisitado, mais celebrado e aplaudido… quanta ilusão! Ninguém nunca é nada, nada, zero. Independente do status social, profissão, poder aquisitivo ou elevação espiritual continuamos os mesmos – só querendo acertar e parar de sofrer – seja por qual razão for: seja por falta de dinheiro, espaço, reconhecimento, amor, desamor, morte, nascimento, distância, incerteza, ansiedade, saudade, fome, frio, vazio, dor. A condição humana é atada ao sofrimento de uma forma ou de outra, ninguém escapa; mas há quem disfarce uma alegria constante muito bem.

O ponto cego nesse retrovisor é o que nos conduz com mais tranquilidade na estrada da vida: saber lidar com as nossas expectativas/frustrações. Parece simples né? Então é hora de jogar a toalha e parar por alguns instantes. Cada vez mais me conforta saber que estamos exatamente onde deveríamos estar (por pior que seja o cenário). Neste exato momento a situação em que você se encontra te abre um milhão de oportunidades para o autoconhecimento. Sem brincadeira. Talvez não fosse isso que você quisesse, também não estou dizendo que seja fácil ou agradável, mas certamente esta atual situação te leva à um entendimento maior sobre si mesmo e sobre tudo o que você terá que aprender e superar para que possa enfim chegar mais perto de uma breve felicidade ou realização. Já que nada nessa dimensão é estável, estático e infinito, nem a tristeza ou a felicidade haveriam de ser; então seja qual for o seu momento agora – bom ou mau – ele também vai passar, e acima dele o que certamente vai determinar os seus resultados futuros serão a atenção e o empenho que você deposita consistentemente na sua ação diária.

Na realidade cada detalhe conta, então que aprendamos a planejar e olhar para o futuro com a consciência no presente, ouvindo, sentindo e aceitando os sinais do nosso corpo. O que cada desconforto quer nos dizer? Como posso entender mais sobre isso? Como posso agir diferente para resolver isso? Com quem posso falar sobre isso? Quem pode me ajudar a entender o que é? De fato queremos resolver tudo sozinhos, mas quem foi que disse que percebemos a dimensão real e total de todas as coisas? Quem foi que disse que a consciência tem uma só camada de razão?

“Não tá fácil pra ninguém”, mas sempre pode melhorar. Do que se iludir ou varrer a responsabilidade sob a sua felicidade para debaixo do tapete, que tal buscar ajuda? Cada vez mais acredito que a nossa saúde e felicidade está na vida em comunidade, na união com pessoas que gostam da gente de verdade, que nos dão seu tempo, energia e atenção, que nos desafiam, encorajam e motivam; que nos amparam e as vezes só nos ouvem. Mesmo que do outro lado da sua tela, há uma pessoa que deu esse passo anos atrás e continua em constante contato com outros profissionais, amigos e conhecidos ao redor do mundo para se entender e crescer, porque afinal de contas ninguém é, está ou nasce pronto.

Envie uma mensagem para mim, você não está só. O que eu quero dizer é que é possível sim transitar pelas dificuldades e encontrar novos caminhos. Que através do entendimento e da ação consciente possamos construir uma realidade melhor que as nossas expectativas. ;)

Expectation X Reality

In today’s world, there are so many realities over expectations, and that’s if you can see it. In this article, I’m going dive a little bit deeper into some of the issues that seem to be recurrent in my surroundings. So, grab your favorite cup, pour some tea or coffee and lets dive into a few of them…

Just recently I heard the following statements:

“What is learned from school or religion does not apply to life as it is. By being a good person and acting accordingly doesn’t mean you’re going succeed in life.”

“I thought that by thinking positive and helping others I’d achieve all my goals. That somehow life would become easier for me. I thought that I was doing everything right, till the day I realized that everything was nothing less than an illusion. I now have a feeling that I was fooled or deluded all the time. I wonder if I did everything wrong… I don’t really know what truth or reality is anymore.”

“During my whole life, I always believed that by eating a healthy diet I’d ensure my health as a whole, till I discovered that even by ingesting a harmless snack or drink more frequently I’d risk harming my body in time. That realization brought me a new consciousness over my habits. I don’t know if I like to be that conscious.”

“At work, I’m a good professional, I’m always open for critics and feedback, until the day I discovered that some people were criticizing my behavior behind my back without letting me know what was going on or even trying to help me correct my “mistakes”. One day everything came up to the surface and broke up a trustworthy professional relationship that was very important for me. I still don’t know what actually happened and I wish that that could have happened in a different way.”

I must admit that I am now in a place in my life where I have no longer any illusions. Paraphrasing a good friend of mine – “We got so much awareness that it is impossible to look at life through the same lens as before.” I learned later that regardless of our intentions and actions, the only things that will become reality, will be what’s already fated for our evolution and self-development. Of course, we have our fraction of responsibility towards the results, but that responsibility is very small when compared to what rules life – this tangled cord made by causes and conditions, actions and results.

Well it’s up to us to do, to live up to an action already perceived, as correct and valid, but only doing what we already know is not enough to achieve better and bigger results. Sometimes we must fail, and fail dramatically, so we can look at the same condition through a new angle to walk a new path without the same answers, maps, and tethers from the past. I have learned that life does not have recipes, comfort zones or certainties, everything changes at the same speed as a synapse – a different world opens up from learning something new.

The challenge in this matter is to not lose control, not giving up or thinking you’re doing something wrong, but by adapting, evolving, growing, and doing something new without looking back. The unfortunate position we are faced with today is when it comes to social media throwing our past in our face, day after day, saying that we used to be happier, skinnier, celebrated, praised and more important than today… That’s is a huge illusion! We are never what we think we use to be. Regardless of our social status, job position, power or spiritual path we continue to be the same, always – we just want to make it right, end the suffering and it doesn’t matter the cause: a lack of money; space; recognition; love; break up; death; birth; distance; uncertainty; anxiety; hunger; cold; emptiness; pain… One way or another, human nature is attached to suffering; nobody escapes that fate, but there’s always someone who can disguise unshaken happiness very well.

The blind spot in this rearview mirror of life, is what leads us more peacefully on the road of life, or better saying, to know how to handle our expectations/frustrations. It looks simpler from the outside looking in, does it not? It comforts me to believe that we’re exactly where we supposed to be (no matter how good or bad things may be. At this very moment, the current situation where you are gives you a thousand opportunities for your self-development. No joke! Maybe that was not what you wanted in the first place and without even saying that that’s nice and easy, but certainly, it takes you to a better understanding over yourself and about everything you’ll have to learn and overcome so you can finally get closer to a brief slice of happiness and self-actualization.

Since nothing in this dimension is stable, static and infinite, nor even sadness or happiness would ever be, so whatever you’re going through right now – good or bad – this too shall pass. Above it all what certainly will determine your future results will be the quality of your efforts and the attention you place consistently on your daily actions.

As a matter of fact, every detail matter, may we learn to plan ahead and look towards the future with the current awareness; by listening; feeling and accepting our gut feelings: How do I listen to my body when it’s trying to express that feeling of pain or discomfort? How can I deepen my understanding? How can I act differently to solve that problem? Who should I speak with? Who can help me understand what that is? We always want to figure out things on our own, but who said we perceive the real and whole dimension of all that exists? Whoever said that consciousness has only one layer of reason? 

“It’s not easy for anybody”, but we must believe that it doesn’t matter what you’re going through it can always be better. Instead of swiping the responsibility for your own happiness under the rug, how about reaching out for help? I believe that our health and happiness is tied to our relationship with others, by being close to the people that truly like us; I’m talking about the kind of people that give us their time, their energy and attention freely, those who challenge, encourage and motivate us, that support us and sometimes just want to hear our stories. On the other side of your screen, there’s a person that gave the first steps years ago and continues in touch with many professionals, friends, and acquaintances all over the world to understand this life and grow, because at the end of the day nobody is born ready with all the right answers.

I just want you to know that you are not alone. It is possible to walk inside the difficulties and discover new paths. Through cultivating understanding and taking conscious actions may we build a positive reality greater than our expectations. ;)

2 thoughts on “Expectativa x Realidade

  1. Cormoran Lee says:

    Minha louca amiga.
    Vc escreve lindamente and profundamente!
    Umas lineas são tão poderosas e influenciadas!

    Muito gratidão de tomar o tempo para nos escrever assim, as lampadas estão bem illumindas na nossa cabeças grandes mais pequenas, e precisavam de se abrir, agora mesmo, não amanhã não.

    Hoje em dia, quando falo com vc privadamente, eu conheço que tudo que se foi escrito vem duma pessona muito real e pura.

    Vamos a trilhar esse caminho novo então,
    Tchau tachu
    Beijos beijos
    Amo mamacita!
    Mamacita amo!

    Liked by 1 person

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.